LADING

O burnout dentro de casa

 

Longos dias no escritório, juntamente com constantes e-mails relacionados ao trabalho após o expediente são a receita chave para o burnout, uma síndrome contemporânea que você já deve ter ouvido falar. Entretanto, mesmo sem um consultório físico para ir, o esgotamento pode acontecer trabalhando em casa e pode ser ainda mais provável agora devido ao estresse adicional da pandemia de coronavírus. Sim, um combo de stress geral com profissional.

Não é normal sentir-se exausto, desmotivado, ansioso e incapaz de se concentrar no trabalho. A OMS (Organização Mundial da Saúde) diz que esses são sintomas do Burnout. Veja: em nenhum momento diz-se que é porque você passou horas e horas no escritório. Além disso, a OMS identificou recentemente o esgotamento como um sério problema de saúde que pode causar “aumento da distância mental do trabalho” e “redução da eficácia profissional”. Em outras palavras, vivendo esgotado, no mundo da lua e não fazendo o que tem que ser feito.

Mas a “culpa” não é nossa, individual.

Vamos falar um pouco sobre isso.

COVID-19, mundo, stress…

Muitos de nós tiveram que fazer uma transição rápida para um ambiente de trabalho em casa e alterar drasticamente suas rotinas. Obviamente, surgiram novas preocupações no local de trabalho devido à pandemia COVID-19 e agora nosso trabalho mudou de endereço. Todas essas mudanças podem ser fatores que contribuem para o esgotamento do trabalho em casa. Não estávamos acostumados a misturar trabalho e casa.

Estes não são tempos normais. Você pode ter alguém trabalhando em casa sem um escritório em casa, com o cônjuge, os filhos ou os colegas de quarto por perto. Há muitos fatores externos que podem nos estressar ainda mais se não ficarmos atentos, o que pode desencadear em problemas psicológicos e emocionais.

Afinal, como delimitar a barreira trabalho x descanso?

Os limites desapareceram?

A falta de equilíbrio entre vida pessoal e profissional é um grande contribuinte para o Burnout. E trabalhar em casa pode tornar ainda mais difícil alcançar esse equilíbrio. Sair do escritório todos os dias e ir para casa é um limite forçado que ajuda a separar o trabalho da vida pessoal. Embora perder o deslocamento diário ao trabalhar de casa possa ser visto como uma grande vantagem, também significa que não há barreiras entre o trabalho e a nossa vida pessoal, nosso descanso.

Se você nunca desligou o computador ou saiu do trabalho, é fácil simplesmente continuar trabalhando até tarde ou nos fins de semana.

O que está acontecendo com a maioria das pessoas quando estão trabalhando em casa é que geralmente trabalham mais horas. Para combater o trabalho ininterrupto, que leva ao Burnout, você deve estabelecer limites claros. Crie um horário para quando você vai parar de trabalhar, com limites como não trabalhar à noite ou nos finais de semana para definir claramente seu tempo livre. Também ajuda a fazer com que o tempo fora do trabalho pareça diferente, como colocar roupas mais confortáveis, para sinalizar uma pausa no trabalho.

Institua outros tipos de limites físicos por meio de rotinas, como se exercitar antes de começar ou terminar o trabalho ou durante a ‘hora do almoço’, fazer pausas regulares para o café em um local diferente da sua casa e conversar com um amigo ou assistir a um vídeo durante esse período.

Relembre das conexões sociais

Trabalhar em casa pode ser isolador, mesmo quando você está em uma casa cheia de pessoas. Ter colegas de trabalho a quem recorrer para resolver um problema ou para fornecer algum alívio quando as coisas ficam estressantes ajuda a mitigar o esgotamento – quantas vezes você não foi tomar um cafezinho no meio do expediente do escritório? Quando você não tem essa rede de suporte em casa, pode parecer muito isolado.

Manter essas interações sociais exige mais esforço quando se trabalha em casa. Pergunte como seus colegas estão. Ligue para seus amigos. Converse com a sua família.

Se você é líder, cuide.

Sentimentos de desapego ou de não se importar com nosso trabalho também podem ser sinais de esgotamento. Afinal, ninguém está me vendo, por que deveria me importar?

Os gerentes devem verificar regularmente os membros da equipe para ajudar a priorizar as atribuições e fornecer feedback. Isso pode ajudar a sua equipe a se envolver mais no processo de tomada de decisão e a sentir que está contribuindo para o sucesso de todos.

Dê tempo para você

Não se esqueça de adicionar autocuidado à sua agenda agitada.

Pode ser tão fácil quanto desacelerar por uma tarde e se concentrar em apenas uma tarefa que lhe traz prazer.

Essa era multitarefa que vivemos tira o prazer do momento. Talvez você goste de cozinhar ou de conversar com seus amigos, mas se estiver fazendo as duas coisas ao mesmo tempo, não está gostando de nenhuma delas.

E aí, vamos reequilibrar os ponteiros? Não pela sua empresa. Por você.

 

Deixe um comentário

Bitnami